Fibras e água é combinação ideal para melhorar digestão e perder peso

Atualizado em 11 de novembro de 2019

Por: Marília Sussaio

NUTRICIONISTA | CRN 39892

As fibras e a água são elementos essenciais para o bom funcionamento do intestino, visto que participam do processo de absorção e digestão. Contudo, elas devem ser consumidas juntas para que seus benefícios sejam colhidos, visto que a ingestão isolada pode até mesmo piorar problemas gastrointestinais.

Importância de fibras e água para alimentação

As fibras são carboidratos não digeríveis presente nos vegetais (verdura, frutas, legumes, leguminosas) e nos cereais (de preferência os integrais) que, na presença de água, formam uma espécie de “gel” que retarda o esvaziamento gástrico, o que ajuda a controlar a fome, sendo uma ótima estratégia para dieta de emagrecimento.

Esse gel também facilita o transito intestinal, evitando a prisão de ventre, o que diminui o inchaço e a sensação de estar “empachado”, bem como previne doenças sérias do intestino, como diverticulite, retocolite ulcerativa até o câncer colorretal.

A junção desses dois poderosos componentes ainda é capaz de trazer outros benefícios à saúde, como controle dos níveis de açúcar no sangue e do colesterol.

Quanto consumir?

O consumo correto de fibras para um adulto é em torno de 30 gramas por dia, enquanto a ingestão de água varia de 30 ml a 35 ml para cada kg que a pessoa pesa.

Efeito rebote

As fibras têm diversos benefícios para a saúde, mas é essencial que seu consumo seja acompanhado de água, umas vez que absorve líquido. Na ausência de água, as fibras podem ficar “paradas” no trato intestinal, provocando efeito rebote e dificultando o trânsito intestinal.

Como aumentam ingestão de fibras e água?

Para colocar o consumo de fibras e água em prática, é importante incluir alguns hábitos em sua rotina, como:

  • Tenha sempre ao seu alcance uma garrafa de água;
  • Consuma chás e águas saborizadas para aumentar a ingestão hídrica;
  • Consuma diariamente frutas – além de nutritivas, são ótimas fontes de fibras –, o mesmo se estende aos vegetais folhosos e legumes;
  • Consuma suco sem coar ou descascar, visto que as cascas e polpas das frutas são ricas em fibras;
  • Substitua farinhas e arroz refinados pelas integral.

Os textos, informações e opiniões publicadas nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo Saúde