Zinco gera 5 benefícios para saúde e está presente em vários alimentos

Atualizado em 11 de novembro de 2019

Por: Marília Sussaio

NUTRICIONISTA | CRN 39892

O zinco é o segundo elemento mais abundante no corpo humano, sendo essencial para funcionamento de mais de 300 enzimas e tendo ação estrutural e reguladora. Esse mineral é importante para a vida humana, promovendo diversos benefícios à saúde. Saiba quais são e onde encontrar zinco na alimentação:

Benefícios do zinco

Previne envelhecimento precoce: o zinco tem importante papel antioxidante que contribui para a eliminação dos radicais livres do corpo, sendo essencial na prevenção do envelhecimento precoce.

Combate vírus: tem ação benéfica para o sistema imune, contribuindo para a ação antiviral.

Favorece fertilidade: apresenta importante papel na ação de fertilidade, uma vez que é necessário para a maturação do esperma, ovulação e fertilização.

Melhora cognição: no sistema nervoso central, auxilia na memória e concentração.

Melhora sistema gastrointestinal: auxilia na digestão e absorção de nutrientes, além da produção de ácido clorídrico, que é essencial para uma boa digestão.

Deficiência de zinco

A deficiência de zinco pode levar a vários sintomas, como alteração na pele e formação de acne, uma vez que o mineral é um importante combatente de bactérias causadoras de espinhas.

Unhas fracas e quebradiças, bem como queda de cabelo também podem acontecer pela expressão gênica das proteínas. Além disso, há chance de falta de apetite, alterações no paladar, disfunções imunológicas, atraso na maturação sexual e produção inadequada de hormônios masculinos.

Onde encontrar zinco na alimentação?

É possível manter os níveis de zinco sadios por meio de alimentação saudável e variada. As principais fontes do mineral são:

  • Ostras
  • Leveduras
  • Carne bovina
  • Frango
  • Peixe
  • Oleaginosas
  • Semente de abóbora
  • Castanhas-de-caju
  • Tubérculos
  • Frutas
  • Hortaliças

Como sugestão para ter uma alimentação rica em zinco, consuma no café da manhã iogurte com abacate e farelo de trigo, bem como inclua nos lanches intermediários (junto das frutas) sementes de abóbora, amêndoas e castanhas-do-Brasil.

Já nas grandes refeições, como almoço e jantar, vale consumir arroz integral, feijão, uma porção de carne bovina ou frutos do mar e uma bela salada variada.

Suplementação de zinco

O zinco em cápsulas é indicado para pessoas com carência do mineral e aquelas que têm problemas metabólicos. Apesar dos benefícios, é recomendado conversar com médicos ou nutricionistas sobre a posologia e a necessidade de suplementação, já que excessos podem piorar problemas de saúde já existentes.

Os textos, informações e opiniões publicadas nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo Saúde