5 notícias falsas sobre alimentação: você já caiu em alguma?

17 de outubro de 2018

|

POR Ligia Lotério

Quem nunca acreditou em uma fake news (termo cuja tradução é “notícia falsa”) que atire a primeira pedra. Extremamente propagadas nas redes sociais e aplicativos de trocas de mensagem, essas informações inventadas têm 70% mais chance de viralizar do que as verdadeiras, de acordo com um estudo do Massachusetts Institute of Technology (MIT).

As notícias falsas sobre alimentação e emagrecimento são as mais comuns, conforme explica a nutricionista Erica Fernanda, do Hospital 9 de Julho. “Elas podem ter consequências graves, já que a falsa informação sobre alguma dieta ou exercício pode prejudicar a saúde das pessoas”, ressalta.

Notícias falsas sobre alimentação

1. Quem tem colesterol elevado não pode comer ovo

A verdade é que o aumento do colesterol não está relacionado apenas às gorduras encontradas em alimentos, mas a fatores como genética, ganho de peso, dieta pobre em fibras e sedentarismo.

Deste modo, o consumo de ovo por si só não causa ou colabora com colesterol alto.

2. Beber água com limão em jejum emagrece

Não há nenhuma comprovação científica de que essa mistura colabore com a perda de peso. Pelo contrário, nenhum alimento é capaz de emagrecer por si só, mas no máximo acelerar o metabolismo e reduzir a retenção de líquido.

Assim, a melhor forma de perder peso sempre é diminuir a quantidade de calorias totais ingeridas.

3. Chocolate diet engorda menos do que o tradicional

Apesar de não ter açúcar, o alimento diet agrega mais gordura saturada do que o convencional para chegar ao sabor adocicado. Deste modo, não é recomendado para emagrecimento, e sim para diabéticos.

4. Abacaxi após as refeições emagrece

Quando ingerido após as refeições, o abacaxi auxilia no processo digestivo, porém não é capaz de reduzir valores calóricos e absorção de gorduras.

5. Carboidratos integrais não engordam

Embora os alimentos integrais tenham mais vitaminas e fibras, eles possuem quantidades de calorias semelhantes às dos refinados. Entretanto, como são absorvidos mais lentamente pelo organismo, prolongam a saciedade e afastam a fome por mais tempo, contribuindo com o emagrecimento.