Metabolismo acelerado dificulta ganho de peso e pode causar problemas

05 de dezembro de 2017

|

POR Bruno Botelho dos Santos

O metabolismo acelerado é o nome da condição em que uma pessoa queima uma quantidade maior de calorias e tem menos chances de acumular gordura do que pessoas com metabolismo mais lento.

Para entender melhor como esse mecanismo funciona, é preciso entender primeiro o que é metabolismo e qual sua importância para o organismo.

Basicamente, o metabolismo é o processo natural que transforma as calorias que ingerimos em energia — o combustível que o nosso corpo precisa para funcionar corretamente.

Entretanto, o metabolismo de uma pessoa não é igual ao de outra. Em alguns, seus funcionamento é mais lento; já em outros, é um pouco mais acelerado. Em todos os casos, porém, ele influencia diretamente na facilidade ou dificuldade que uma pessoa tem para engordar ou emagrecer.

Como saber se tenho metabolismo acelerado?

Em linhas gerais, se você tem mais facilidade para emagrecer do que para engordar, muito provavelmente é porque você tem um metabolismo acelerado. Mas somente um nutricionista pode afirmar isso com certeza.

Isso porque existe uma série de fatores que podem levar uma pessoa a engordar ou emagrecer além do metabolismo, e aqui nós podemos acrescentar tanto fatores físicos quanto emocionais. As possibilidades são várias.

Na verdade, cada vez mais especialistas têm divergido sobre o papel que o metabolismo representa quando o assunto é a perda ou o ganho de peso.

Recentemente, pesquisadores da Universidade de Harvard (Estados Unidos) publicaram um artigo em que defendem que o metabolismo pode, sim, influenciar na facilidade ou dificuldade que uma pessoa tem para emagrecer ou engordar, mas, na visão deles, fatores externos e comportamentais também não podem ser excluídos da equação.

Eles citam como exemplo a questão da obesidade. Será que é só o metabolismo que influencia no ganho excessivo de peso ou o consumo exacerbado de alimentos gordurosos e ricos em açúcar também não podem estar relacionados?

Em todo caso, a ciência diz que um metabolismo acelerado implica que o organismo precisa de uma quantidade maior de energia ao longo do dia para se manter ativo e funcionando perfeitamente. E para isso queima mais calorias, dificultando o ganho de peso.

Mas é importante ressaltar que nem todas as pessoas que têm um metabolismo mais rápido são necessariamente magras — é possível manter o peso ideal por meio de uma dieta balanceada e com a prática de atividades físicas, mas a dieta deve ser específica e voltada especialmente para as necessidades metabólicas e energéticas do indivíduo.

Quais são os sinais de que o metabolismo é rápido demais?

O metabolismo acelerado pode afetar a absorção de nutrientes pelo organismo, desregulando a manutenção das funções do corpo e, assim, inferindo diretamente na saúde da pessoa.

Dentre os sinais de que o metabolismo funciona rápido demais, além da percepção pessoal sobre o próprio ganho de peso, estão alguns problemas de saúde como hipertireoidismo, infecções, febre, problemas no sistema imunológico, entre outros.

Por que regular o metabolismo é importante?

Assim como a perda de peso pode trazer vantagens para a qualidade de vida das pessoas, o ganho de peso também pode ser benéfico — desde que seja feito com saúde e controlado por um nutricionista.

Existem alguns problemas e complicações de saúde que podem ser resultados de um funcionamento muito acelerado do metabolismo. Veja alguns deles:

Fraqueza muscular

A fraqueza muscular pode ser causada por inúmeros fatores, e a perda de peso repentina é um deles.

Emagrecer rapidamente pode fazer com que ocorra o catabolismo — que é a quebra dos compostos químicos — levando o corpo a consumir a gordura armazenada e a massa muscular para tirar a energia de que precisa para se manter ativo.

Esse consumo de massa muscular é que faz com que ocorra a fraqueza muscular e a redução da capacidade e também da resistência física. Por isso, desacelerar o metabolismo é fundamental para quem está frequentando a academia ou praticando atividades físicas para ganhar massa.

Anemia

A anemia acontece quando o número de hemoglobinas ou glóbulos vermelhos, que são as células responsáveis pelo transporte de oxigênio no sangue, estão abaixo do normal. O metabolismo acelerado pode provocar carência de nutrientes e essa carência pode levar à anemia.

Aumento da frequência cardíaca e insônia

O metabolismo acelerado faz com que a pessoa seja muito ativa durante o tempo todo, o que também pode levar a alguns distúrbios do sono.

Isso porque ele também provoca o aumento da frequência cardíaca, o que atrapalha o descanso e pode levar à insônia — cujo grau de intensidade depende de cada pessoa.

Cansaço e fadiga

O aumento dos batimentos cardíacos e do bombeamento de sangue também exige uma quantidade maior de energia, e quando o organismo não encontra os nutrientes para quebrar suas moléculas e transformá-las em energia, é comum que a pessoa sinta bastante cansaço.