15 melhores tipos de feijão: conheça cada um

09 de fevereiro de 2018

|

POR Patrícia Beloni

O feijão é um dos alimentos mais presentes na mesa do brasileiro. Existem inúmeras variedades da leguminosa, mas algumas são mais conhecidas do que outras. Ao todo, são 15 os tipos de feijão mais conhecidos e/ou consumidos.

Abaixo, explicamos um pouco sobre cada um deles, destacando seus principais benefícios e usos na cozinha. Confira!

15 tipos de feijão

1. Feijão carioca

Por ser rico em fibras, o feijão protege o sistema digestivo, ajuda a controlar o apetite e auxilia também na manutenção e até na redução de peso.

O cálcio e o fósforo, também presentes em abundância no feijão carioca, contribuem para a saúde óssea, formação dos dentes e contração muscular. Além do ferro, claro, que é excelente para mulheres grávidas, lactantes, adolescentes e crianças em crescimento.

2. Feijão preto

O feijão preto é o protagonista da feijoada, mas quando consumido sem a carne de porco pode proporcionar uma série de benefícios à saúde.

Assim como os outro tipos de feijão, este também é rico em fibras, melhora o funcionamento do intestino e ajuda a reduzir o colesterol ruim. Ele ainda possui pequenas quantidades de ômega-3, que é uma fonte de colesterol bom e protege o coração.

Fora tudo isso, ainda melhora o fluxo sanguíneo, tem efeito anti-hipertensivo e os flavonoides da sua casca reduzem o risco de alguns tipos de câncer. Bom, não?

3. Feijão azuki

O feijão azuki, que também tem uma coloração escura, auxilia na digestão, no emagrecimento, no controle da diabetes e do colesterol ruim.

Ele também melhora o fluxo sanguíneo e contribui para a formação dos bebês graças à grande quantidade de ácido fólico presente em sua composição.

4. Feijão verde

O feijão verde não é tão conhecido, mas ele também faz um bem danado para a saúde.

Ele fortalece a saúde dos ossos, melhora a absorção de cálcio, combate a depressão e previne doenças intestinais.

5. Feijão jalo

Outro excelente tipo de feijão para reduzir (e prevenir) o colesterol ruim. Se combinado com cereais, como o arroz integral, ajuda ainda a aumentar a massa muscular, sendo bastante indicado para praticantes de atividade física com foco em hipertrofia.

É  fonte de compostos fenólicos, que são antioxidantes que ajudam a reduzir o risco de alguns tipos de câncer, além de doenças degenerativas e problemas cardiovasculares também.

6. Feijão jalo roxo

Um tipo específico de feijão jalo é o de cor roxa, que é rico em potássio e, por isso, excelente para o coração.

Essa propriedade nutritiva também ajuda a controlar a hipertensão e melhora a atividade neuromuscular. É ideal para ser consumido em saladas e sopas.

7. Feijão vermelho

O feijão vermelho chama a atenção por sua coloração avermelhada. Então sempre que você o vir em exposição no supermercado, lembre-se de que ele pode ser uma ótima opção para quem está perdendo peso e quer continuar assim.

Ele é muito rico em fibras e, por isso, aumenta a sensação de saciedade e retarda a fome. Fora isso, também diminui os níveis de colesterol e possui antioxidantes que combatem os radicais livres — e consequentemente evitam o desenvolvimento de diversos tipos de câncer.

8. Feijão branco

O feijão branco possui propriedades desintoxicantes e têm índice glicêmico baixo, o que ajuda a controlar a glicemia. Por isso, é muito indicado para pessoas que sofrem de diabetes.

Além disso, ele também a saciedade e possui antioxidantes que, além de proteger o corpo do surgimento de tumores, também previnem o envelhecimento precoce, mantendo a pele sempre com aspecto jovial.

9. Feijão bolinha

O feijão bolinha é fonte riquíssima de proteínas e minerais como ferro, fósforo, potássio, cálcio, magnésio, cobre, manganês e zinco, que são todos importantíssimos para o bom funcionamento do organismo.

Além disso, previne anemias e contribui para a saúde dos ossos, evitando também a osteoporose.

10. Feijão roxinho

O feijão roxinho é rico em proteínas, sendo que apenas uma xícara deste tipo da leguminosa possui cerca de 15 gramas de proteína, o que o torna um excelente aliado dos atletas que precisam aumentar massa muscular.

Possui ainda uma quantidade elevada de fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes.

11. Feijão fradinho

Só uma xícara do famoso feijão fradinho é capaz de fornecer 8 gramas de fibras.

Isso faz dele um ótimo alimento para prevenir a anemia. Ele também reduz o risco de degeneração macular e protege contra a cegueira noturna, além de dar um importante auxílio ao sistema imunológico e a combater a gripe.

Por fim, também ajuda a manter os níveis da pressão arterial estáveis.

12. Feijão rajado

O feijão rajado confere sensação de saciedade, melhora o trânsito intestinal, atua na prevenção da osteoporose graças às suas elevadas quantidades de cálcio e fósforo e na inibição da diabetes também.

13. Feijão rosinha

Por ser muito rico em zinco, o feijão rosinha é excelente para o sistema imunológico. Este mineral, especificamente, é fundamental também para a nossa estrutura óssea e para o funcionamento do metabolismo.

Sua deficiência no organismo provoca problemas de cicatrização, prejudica o desenvolvimento de crianças e adolescentes, provoca problemas na pele e pode levar a problemas no sistema imunológico e à falta de apetite.

14. Feijão moyashi

Este feijão com nome japonês tem um forte poder antioxidante que inibe a ação dos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento precoce da pele.

Possui sais minerais como cálcio, ferro e fósforo, que ajudam na formação do sangue, dentes e ossos.

15. Feijão-de-corda

O último da nossa lista dos melhores tipos de feijão não é o menos importante. Conhecido como feijão-de-corda e bastante popular principalmente na região nordeste do país, ele é fonte de proteínas e, portanto, uma ótima opção para atletas.

E além de ajudar na reparação e construção dos músculos, ele também potencializa a formação de cabelos, ossos, dentes, pele e na prevenção e combate a infecções.